Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Tó Jó sai em liberdade condicional 16 anos depois


sexta, 03 março 2017
António Jorge Machado, conhecido pela alcunha Tó Jó, vai sair em liberdade condicional na próxima terça-feira, segundo um despacho do Tribunal de Execução de Penas de Coimbra. Tó Jó, que foi condenado a uma pena de 25 anos de prisão por ter matado à facada os seus pais, em 1999, em Vale de Ílha­vo, irá deixar a prisão, depois de o tribunal concluir que estão reunidos os pressupostos necessários para a concessão da liberdade condicional. O homicida, que tem hoje 41 anos, encontra-se detido no Estabelecimento Prisional de Coimbra desde 16 de Agosto de 1999, quando foi detido pela Polícia Judiciária, tendo cumprido dois terços da pena em Abril de 2016. O juiz que analisou o processo entende que o arguido dispõe de apoio familiar e mostra-se arrependido pelos actos cometidos, concluindo que existem condições para que o mesmo se mantenha afastado da prática de novos crimes. De acordo com a decisão, não poderá, contudo, ausentar-se da residência por mais de cinco dias sem autorização do tribunal e deverá ter acompanhamento psicológico, se for necessário.
Leia a notícia completa na edição em papel.