Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

“Penalty” nos descontos tira três pontos ao Arouca


Redacção (texto)/Lusa (foto) domingo, 29 janeiro 2017

Uma grande penalidade, convertida por Salvador Agra, aos 90+6 minutos, evitou que o Arouca ganhasse ontem, no Funchal. A equipa de Lito Vidigal esteve muito perto de conquistar os três pontos, depois de se ter adiantado aos 83 minutos, através de Nuno Coelho, mas o empate (1-1) surgiu já no sexto minuto de compensações, numa decisão do árbitro, muito contestada pelos arouquenses. Os insulares foram mais consistentes, mas voltaram a ceder pontos em casa por culpa própria, uma vez que criaram muitas oportunidades, mas foram ineficazes, chegando à igualdade apenas de “penalty” (lance na foto), que Salvador Agra converteu, com o avançado Walter González na baliza devido à expulsão do guarda-redes Rui Sacramento.

Lito Vidigal, castigado e a ver o jogo da bancada, não gostou de ter visto a equipa perder assim os três pontos e demonstrou o seu descontentamento na sala de imprensa: “Não merecíamos isto. Tínhamos mais três pontos ganhos no campo e depois surgem estas coisas. Estou muito orgulhoso dos meus jogadores, mas muito triste e muito magoado com tudo o que se passou aqui. Não era ‘penalty’ e, depois, há um outro a nosso favor que não marcaram. Não foi justo por tudo aquilo que os meus jogadores fizeram durante o jogo. Estas situações passam sempre impunes, só nos resta continuar a trabalhar”.

Leia a notícia completa na edição em papel.