Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Diretor: 
Adriano Callé Lucas

Estádio Municipal de Aveiro pago só em 2024 e precisa de obras avultadas


Foto de Eduardo Pina Sexta, 14 de Junho de 2024

Vinte anos depois de ter sido construído para o Euro2004, o Estádio Municipal de Aveiro ainda não está totalmente pago e já precisa de obras urgentes, que obrigam a um avultado investimento por parte da autarquia. «Estamos a terminar este ano o pagamento do último empréstimo que financiou esta operação», disse à Lusa o presidente da câmara, Ribau Esteves, adiantando que o valor final do estádio com as acessibilidades e o estacionamento deverá rondar os 70 milhões de euros, mais do dobro do investimento apontado inicialmente.
O autarca disse que o então presidente da autarquia, o socialista Alberto Souto, «não fez as contas bem», embora reconheça que a decisão tenha sido tomada «na lógica mais sensata que tinham ao seu dispor». «Eu nunca faço julgamentos da história. As coisas são o que são. Acho que se tivéssemos ponderado há 20 anos que este estádio ia custar 70 milhões de euros ninguém o fazia», afirmou, considerando que se tratou de um investimento «grande de mais, desproporcionado e absurdo».
Agora diz que não vale a pena olhar para trás, defendendo que é preciso cuidar do estádio para receber o Beira-Mar, que é o clube residente, a Seleção Nacional, como aconteceu recentemente na preparação para o Euro2024, ou a Supertaça, como irá acontecer em agosto.

Leia a notícia completa na edição em papel.

Suplementos