Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Confrarias gastronómicas ajudam a preservar a identidade de um povo


domingo, 04 dezembro 2016
«É importante investir no material, na obra física, pois ajuda a garantir qualidade de vida, mas o imaterial representa o que de mais genuíno têm as nossas comunidades, os seus sabores, saberes, a sua identidade». Palavras de José Francisco Rolo, vice-presidente da Câmara de Oliveira do Hospital, ontem, nas comemorações do terceiro aniversário da Confraria dos Bolos, Doces, Aguardentes e Licores de Ervedal da Beira, elogiando o «trabalho ímpar» que as confrarias do concelho têm realizado. «Estamos a guardar uma das partes mais autênticas e genuínas do nosso país», «a projectar o nosso sentir como povo», «a preservar para o futuro o que o Portugal profundo possui» e «a fazer uma obra que não há dinheiro que pague», disse ainda. A jovem confraria, criada há três anos, «tem todo o tempo do mundo para crescer». «Levem bem longe o que sabem fazer bem, a nossa identidade como povo», disse ainda o autarca, sem deixar de referir a atenção e o investimento que a Câmara tem dado à União de Freguesias, um território particularmente caro ao presidente, José Carlos Alexandrino, natural de Ervedal da Beira.
Leia a notícia completa na edição em papel.