Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Diretor: 
Adriano Callé Lucas

Polis da Ria de Aveiro vai ter «segunda vida»


Texto de Rui Cunha e foto de Eduardo Pina Quinta, 19 de Outubro de 2023

O secretário de Estado do Am­bi­ente, Hugo Pires, anunciou on­tem o «compromisso» do Governo com a «segunda vi­da» do Polis da Ria de Aveiro, um programa de defesa e reabilitação da orla ribeirinha ao abrigo do qual foram investidos 72 milhões de euros nos últimos anos.
O governante, que ontem participou na conferência “Região de Aveiro - Planos e Projetos 2030”, que decorreu no CineTeatro Alba, em Albergaria-a-Velha, no quadro do Congresso da Região de Aveiro, garantiu a continuidade do projeto para dar resposta a proble­mas locais, tratando-se Avei­ro da «região do país que mais sofre» com a subida do nível do mar.
Antes, o vice-presidente da Agência Portuguesa do Ambi­ente e presidente do Conselho de Administração do Polis da Ria de Aveiro, Pimenta Machado, já dera algumas pistas sobre o futuro funcionamento da empresa pública, que junta o Estado central às autarquias da região. O Polis II, que se deverá chamar RiaViva, terá um “bolo” de 86 milhões de euros para gerir, repartido por quatro grandes áreas de intervenção. A maior fatia, de 69,5 milhões de euros, será destinada a «promover a adaptação às alterações climáticas», objetivo assente em medidas como a alimentação artificial das praias, a construção ou reabilitação de estruturas de defesa costeira ou ações de desassoreamento. «Proteção e preservação da natureza», «desenvolvimento social, económico e ambiental» e apoio às «atividades de pesca sustentáveis» são os restantes três eixos.

Leia a notícia completa na edição em papel.

Suplementos