Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Japão levanta estado de emergência em todo o país


segunda, 25 maio 2020

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, anunciou hoje o levantamento do estado de emergência que estava ainda em vigor em algumas regiões do país, incluindo a capital, Tóquio. "Hoje vamos levantar o estado de emergência em todo o país", disse Shinzo Abe durante uma conferência de imprensa transmitida pela televisão. "Tínhamos critérios muito restritivos para permitir o levantamento do estado de emergência. Julgamos que esses critérios foram atendidos", declarou.
O primeiro-ministro pediu, no entanto, cautela e a adaptação a "um novo normal" e para se continuar a evitar três situações específicas: lugares fechados, lugares lotados e contactos próximos. "Se baixarmos a guarda, a infecção vai espalhar-se rapidamente (…) devemos estar vigilantes", afirmou. Temos de criar um novo modo de vida, temos de mudar a maneira de pensar a partir de agora", sublinhou o político japonês.
Especialistas de um painel escolhido pelo governo aprovaram o levantamento da medida em Tóquio, nas regiões vizinhas de Kanagawa, Chiba e Saitama e em Hokkaido, ao norte, que permaneciam ainda sob estado de emergência.
Inicialmente planeado para ficar em vigor até 06 de Maio, o estado de emergência foi estendido até 31 de Maio. Entretanto, a situação alterou-se e o governo decidiu suspender a medida mais cedo, o que aconteceu em 14 de Maio em 39 das 47 autarquias, e na quinta-feira em Kyoto, Hyogo e Osaka.
O estado de emergência foi declarado em 07 de Abril em Tóquio e seis outras regiões, antes de ser estendido a todo o Japão num contexto de forte aceleração do número de novos casos diários de contágios desde o final de Março.
O Japão, com cerca de 16.600 casos confirmados do novo coronavírus e cerca de 850 mortes, até agora evitou os grandes surtos que ocorreram nos Estados Unidos e na Europa, apesar de ter aplicado restrições mais brandas.
A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 343 mil mortos e infectou mais de 5,3 milhões de pessoas em 196 países e territórios.
Mais de dois milhões de doentes foram considerados curados.