Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

“Todos devem usar máscara”


quarta, 08 abril 2020


“Todos devem usar máscara”. Carlos Cortes, presidente do Conselho Regional do Centro da Ordem dos Médicos, defende que esta é uma medida fundamental, para “nos protegermos a nós e protegermos os outros”. As razões são muitas, a começar pelo facto de ainda existir “um grande desconhecimento relativamente às características muito específicas desta doença”, altamente contagiosa. “Muita gente pode estar infectada, pode ser portadora”, afirma o médico, especialista em Patologia Clínica, alertando para o facto de existirem pessoas infectadas com uma “sintomatologia muito leve”, ou mesmo casos de pessoas infectadas com o novo coronavírus sem que apresentem os sintomas considerados de alerta.
Se esta é uma realidade, também é real que o simples facto de falarmos implica a saída de gotículas da nossa boca, que tanto podem atingir outras pessoas, como ficar em superfícies onde outros podem tocar e, caso exista um registo positivo, dar origem a mais uma situação de contaminação.
“Podemos espirrar sem estarmos doentes, devido a uma alergia ou a uma corrente de ar. Podemos tossir porque nos engasgámos”, sublinha o responsável regional da Ordem dos Médicos, destacando o quão fácil e natural é que as gotículas da nossa saliva se espalhem, razão pela qual entende que as máscaras são protecção fundamental. “Mas têm de ser todos a usar máscara”, sublinha, recordando que é um defensor desta ‘ferramenta’ de protecção inclusive quando se trata de um simples gripe.
Carlos Cortes faz notar, de resto, o duplo efeito protector da máscara, porque, além de evitar a libertação de gotículas, também “nos impede de levar a mão à boca”, uma das medidas fundamentais de protecção contra o coronavírus.
“Há uma espécie de aversão” ao uso de máscaras, reconhece Carlos Cortes, que confessa não perceber o porquê deste sentimento. “Talvez seja uma questão cultural”, adianta, mas isso não impede, defende, que “toda a gente a use, particularmente quando está exposta, com outras pessoas”. “Num ambiente mais confinado, use máscara”, aconselha. E exemplifica com uma ida à farmácia ou ao supermercado, onde “devemos mesmo usar máscara, para nos protegermos a nós e protegermos as outras pessoas”, considera. “Temos de estar mentalizados que todos somos potenciais portadores do SARS.coV-2”, afirma o médico e, por isso, a resposta mais linear, em termos de protecção é, “obviamente, o uso de máscara”.

Leia a notícia completa na edição em papel.

Diários Associados