Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Covid-19: Colaboradores da Lusiaves gravaram vídeo com testemunho de motivação


Legenda: Colaboradores têm motivação em continuar a trabalhar (Foto: DR) quarta, 08 abril 2020

Os colaboradores do Grupo Lusiaves gravaram um vídeo com testemunhos onde manifestam a sua motivação em continuar a trabalhar face à pandemia da Covid-19.
No vídeo, com um minuto e 22 segundos e que conta com mais de 17.500 visualizações, os funcionários da empresa leiriense do sector avícola reforçam o compromisso “em continuar a missão de alimentar Portugal em total segurança”, faz saber o grupo num comunicado de imprensa.
Na página da empresa na rede social Linkedin, o presidente do grupo, Avelino da Mota Gaspar, comentou o vídeo, destacando o facto de a empresa ter motivado o sentimento de segurança dos colaboradores.
“Fico muito sensibilizado, agradecido e reconhecido por todos estes testemunhos dos nossos colaboradores que representam o sentimento geral de todos os colaboradores com quem vou falando. Muito obrigado a todos pelo esforço e dedicação, pois todos sabem, que desde o início Fevereiro temos sido muito exigentes e responsáveis com o nosso pla­no de contingência. Teremos sido dos primeiros a implementar medidas e vamos continuar a fazer tudo, mas tudo o que estiver ao nosso alcance sem nos pouparmos a esforços ou custos”, afirma o responsável.
Avelino da Mota Gaspar refere ainda que a empresa vai reforçar o seu apoio e compromisso de responsabilidade social junto das comunidades onde está presente. “Vamos continuar também a ajudar as instituições de saúde com equipamentos e donativos pa­ra ajudarmos a minimizar os impactos e poupar vidas. Somos e seremos socialmente responsáveis”, reforça.
Plano de contingência
iniciado em Fevereiro
O Grupo Lusiaves estabeleceu, no passado mês de Fevereiro, a primeira fase do seu plano de contingência “personalizado para uma das áreas de negócio, visando a garantia da segurança e saúde dos seus colaboradores, clientes e parceiros”, tendo sido estabelecidas “medidas de contenção que vão além das normais medidas de biossegurança já praticadas nas unidades de produção”.
“Estas medidas foram ajustadas à medida que se avançou para um cenário de pandemia. Destacam-se a formação e consciencialização, a higienização de pessoas e viaturas aquando da entrada na unidade, a medição adequada de febre em todas as unidades em dois períodos do dia, e desde o inicio do mês de Março, a adaptação de ‘layouts’ dos espaços sociais e profissionais das empresas evitando o contacto entre os colaboradores e diferentes equipas”, clarifica a empresa. O grupo destaca “a criação de novos espaços para gerir os períodos de refeição, reduzindo o número de pessoas em cada espaço”, estando cada espaço “reservado a uma equipa”, e “a distribuição de ‘kits’ de protecção aos condutores das viaturas”.

Diários Associados