Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Centro de testes Covid-19 continua por abrir portas


segunda, 06 abril 2020

Ainda não tem data marcada a abertura do centro de testes ao Covid-19, em Coimbra, prometida há algumas semanas. Alguns milhares de testes ficaram assim por fazer. Numa altura em que por todo o país, são diversos os locais para que o maior número de pessoas se possa submeter aos testes, a região de Coimbra continua à espera que o prometido centro – uma parceria entre a Administração Regional de Saúde do Centro, a Universidade de Coimbra (através das Faculdades de Medicina e de Farmácia) e a Câmara Municipal de Coimbra – entre em funcionamento.
Manuel Machado, presidente da Câmara de Coimbra, admite estar preocupado. «Já fizeram falta», assume o autarca, que tem a expectativa que entre amanhã e depois, se possam iniciar os testes neste laboratório instalado na Faculdade de Medicina. O certo é que têm sido várias as datas apontadas. O Diário de Coimbra contactou ontem a Reitoria da Universidade de Coimbra, mas a resposta foi apenas que acontecerá «em breve». Já da parte da Administração Regional de Saúde do Centro, liderada por Rosa Reis Marques, que será a entidade que é responsável pelo centro, não foi dada resposta às várias tentativas de contacto.
Algumas dificuldades na chegada dos reagentes poderão estar na origem do atraso. Da parte da Câmara de Coimbra, explica Manuel Machado, o espaço junto à Praça da Canção (que será um ponto de recolha até para não pressionar mais a zona dos hospitais) «está pronto desde o dia 23 de Março». Acrescenta que nesse mesmo dia, o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra terá encomendado material necessário e que pelo menos uma parte já terá chegado de modo a pedir a necessária certificação ao Instituto Ricardo Jorge.
Com uma capacidade anunciada de cerca de 500 testes por dia, este laboratório já fez muita falta, como assume o presidente da Câmara reportando-se às situações em que foi necessário evacuar lares de seniores. «Não é a mesma coisa testar todos os utentes e funcionários no mesmo dia ou em dias diferentes», sublinha, para justificar a sua preocupação com este atraso. «Teria sido muito útil», reforça, abordando os momentos críticos vividos no concelho, precisamente nos lares e outras instituições que acolhem seniores. Manuel Machado fala, por exemplo, do que se passou em Torre de Vilela onde foi preciso evacuar o lar, transitando todos os utentes para o Hotel D. Luís que não só se disponibilizou para os acolher como também, sublinhou Machado, lhes serviu refeições. «Bastou um telefonema», disse o presidente da Câmara que, ontem ao final do dia, admitia existirem situações «muito preocupantes na zona Sul do concelho», para as quais seria muito útil ter o centro de testes já em funcionamento.
 
CHUC e rede de laboratórios convencionados
Actualmente, em Coimbra os testes ao Covid-19 podem ser feitos no CHUC bem como na rede de laboratórios privados convencionados (alguns deles fazem colheitas ao domicílio). A Linha SNS 24, os centros de saúde e os médicos de saúde pública podem prescrever o referido teste e sendo possível a qualquer um fazer o teste num laboratório privado, é importante que só o façam caso tenham sintomas. Segundo um médico de saúde pública contactado pelo nosso jornal, pessoas sem sintomas que façam o teste podem dar um falso negativo o que dará origem a uma errada sensação de segurança.|

Diários Associados