Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Laboratório já começou a trabalhar mas testes em Coimbra só para a semana


sexta, 03 abril 2020

Ainda não é a encomenda completa - essa deverá chegar durante este fim-de-semana - mas a remessa de reagentes que chegou ontem ao final da manhã a Coimbra é já em quantidade suficiente para que comece a trabalhar o laboratório instalado no edifício da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (Pólo I) onde se irão realizar os testes à Covid-19 realizados à população do concelho de Coimbra.
Mal chegaram os reagentes - que eram esperados há vários dias - iniciaram-se os trabalhos preparatórios no laboratório, tendo sido chamados os voluntários que, depois da fase de formação, assumirão o trabalho laboratorial, responsável, no limite, por 800 testes diários, até um total de 30 mil testes encomendados.
Antes de iniciarem os testes na população em geral, é preciso que todo o material, assim como os procedimentos, sejam testados, uma vez que todo o processo necessita da acreditação do Instituto Nacional da Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA) para poder ser validado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS). É esse o trabalho que estará a ser realizado nos próximos dias, antes de abrirem ao público (pessoas referenciadas pelo Serviço Nacional de Saúde) e aos profissionais de saúde os dois postos de colheita existentes na cidade, na Praça da Canção e no antigo Hospital Pediátrico, em Celas, respectivamente.
Tal só acontecerá para a semana, garantiu fonte da Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC) que é, juntamente com a Câmara Municipal de Coimbra e a Universidade de Coimbra, parceira neste processo de realização de testes Covid-19 para a população de Coimbra, não querendo, para já, avançar com uma data certa para a abertura dos dois espaços que, como temos vindo a noticiar, já estão prontos a ser utilizados há vários dias.
Aliás, o presidente da Câmara Municipal de Coimbra, Manuel Machado, que cedeu o espaço da Praça da Canção e foi responsável por toda a parte logística do centro de colheita que ali está instalado, tinha prevista uma visita ao local para o dia de hoje, tendo-a adiado para a próxima semana, por questões de agenda, mas também para permitir que, agora que os tão esperados reagentes já chegaram a Coimbra, o processo de testes Covid-19 possa arrancar, como deseja a autarquia e as outras entidades envolvidas, assim como a população da cidade.

Diários Associados