Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Covid-19: Distrito ultrapassa a barreira de 100 casos


quinta, 02 abril 2020

Os 16 concelhos do distrito de Leiria ultrapassaram a barreira de 100 casos confirmados de Covid-19, numa altura em que estão 854 pessoas em vigilância activa.
De acordo com os dados divulgados no boletim da Comissão Distrital de Protecção Civil de Leiria, até à meia-noite de terça-feira havia registo de 102 pessoas infectadas, mais 17 que no dia anterior (82).
O concelho de Pombal continua a ser o mais afectado pelo novo coronavírus, com 42 casos confirmados, quatro mortes e 247 pessoas em vigilância. Segue-se Leiria, com 17 casos confirmados, mais um do que na segunda-feira, e 102 pessoas em vigilância.
O concelho de Caldas da Rainha permanece em terceiro lugar, com o mesmo número de infectados (10), seguindo-se a Marinha Grande (9), que também não registou um aumento de casos. Se o concelho caldense apresenta 79 pessoas em vigilância, na Marinha Grande esse número fixa-se nas 36.
Por sua vez, entre segunda e terça-feira, o concelho de Alcobaça registou dois novos casos de Covid-19, tendo agora cinco doentes infectados, bem como 173 pessoas em vigilância.
Segue-se a Batalha, que volta a apresentar quatro casos confirmados de Covid-19. Também os concelhos de Alvaiázere e Peniche não registaram qualquer aumento no número de casos, mantendo-se os três infectados em cada um.
Ansião, Bombarral e Porto de Mós continuam a registar apenas duas pessoas infectadas com a Covid-19. Com um caso cada surgem os concelhos de Figueiró dos Vinhos, Óbidos e Pedrógão Grande, sendo que Castanheira de Pera e Nazaré continuam a ser os únicos concelhos do distrito de Leiria onde, até à meia-noite de terça--feira, não havia registo de qualquer pessoa infectada.

Portugal com 187 mortes
e mais de 8.200 infectados
Portugal registava, ontem, 187 mortes associadas à Covid-19, mais 27 do que na terça-feira, e 8.251 infectados (mais 808), segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direcção- -Geral da Saúde (DGS).
O relatório da situação epidemiológica em Portugal, com dados actualizados até à meia--noite de terça-feira, indica que a região Norte é a que regista o maior número de mortes (95), seguida da região Centro (52), da região de Lisboa e Vale do Tejo (38) e do Algarve, que ontem registava dois mortos.
Relativamente a terça-feira, em que se registavam 160 mortes, ontem observou-se um aumento de 16,8% (mais 27).
De acordo com dados da DGS, há 8.251 casos confirmados, mais 808, um aumento de 10,8% face a terça-feira.