Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Covid-19/Pombal: Terceira morte faz crescer preocupação “muito grave” no lar da Cumieira


texto: Orlando Cardoso / foto: Arquivo terça, 31 março 2020

Um homem, de 90 anos, é o terceiro utente do Lar da Associação Sócio-Cultural, Recreativa e Educativa de Cumieira e Circunvizinhos, na freguesia de Pombal, a morrer contaminado com a Covid-19. Joaquim Santos estava hospitalizado, desde quinta-feira passada, no Hospital dos Covões, em Coimbra, onde veio a falecer.
À semelhança dos dois outros dois utentes que morreram, também este sofria de insuficiência renal, o que obrigava a fazer tratamentos de hemodiálise, na mesma unidade de saúde de Pombal. Aliás, tal como a primeira morte registada no concelho, com infecção do novo Coronavírus, uma mulher de 94 anos da freguesia do Carriço.
A situação verificada na instituição de solidariedade social da Cumieira tem preocupado as autoridades locais, bem como a Câmara Municipal.
Na semana passada, o Delegado de Saúde afirmou que a situação “era uma preocupação muito grande” e ontem, em declarações ao nosso jornal, reforçou que é “muito grave”, não adiantando, por agora, mais pormenores.

Dirigente apelou ao voluntariado
Também o presidente da direcção da Associação Sócio-Cultural, Recreativa e Educativa de Cumieira e Circunvizinhas, alertou para a gravidade do caso, tendo feito um apelo para conseguir voluntários que possam substituir os funcionários que tiveram de sair da instituição para cumprir quarentena.
Joaquim Silva chegou a anunciar que poderia haver uma evacuação dos utentes para instalações da Cruz Vermelha, na Praia do Pedrógão.
Ontem, uma funcionária que veio ao portão das instalações, com fato, máscara, luvas e óculos de protecção, recolher uma utente que conseguiu ali chegar, afirmou aos jornalistas que ali se encontravam: “Façam força para tirarem daqui os utentes”, reconhecendo que “há uma exaustão total”.

Mais 30 casos no concelho
De acordo com a informação da situação epidemiológica da Autoridade de Saúde Pública de Pombal, ontem, às 10h00, o concelho contava com 42 casos confirmados (incluindo quatro óbitos).
Um aumento de 30 contaminados comparativamente a idêntica informação divulgada na passada sexta-feira.
O maior acrescimento (23 casos) verifica-se na freguesia de Pombal, agora com 31 contaminados.
Embora não se conseguiu confirmar, pode-se depreender que estará relacionado com o referido lar, uma vez que ontem foram feitas recolhas para testar os restantes utentes e os trabalhadores que ainda resistem.
A informação dava conta, ainda, de casos confirmados em Almagreira (um), Meirinhas (um), Carriço (três, aumentou um e inclui um óbito), Guia (um) e Ilha (cinco, mais três). Aqui registou-se infecção numa utente do Centro Social e Paroquial local.
Ainda segundo a mesma nota informativa, encontravam-se, ainda, 17 pessoas em vigilância activa, ou seja, monitorizadas diariamente pela Autoridade de Saúde.