Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Covid-19: Irão ultrapassa as 2.000 vítimas mortais


quarta, 25 março 2020

O Ministério da Saúde do Irão, um dos países mais afectados do mundo pela pandemia da covid-19, anunciou hoje a morte de 143 pessoas infectadas, elevando o número oficial de vítimas mortais para 2.077. “Os nossos colegas identificaram 2.206 novos casos da doença de covid-19” em todas as províncias iranianas nas últimas 24 horas, disse o porta-voz do ministério, Kianouche Jahanpour.
Segundo dados do ministério, o Irão registou um total de 27.017 casos de contaminação desde o início do surto. O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infectou mais de 400 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram cerca de 18.000. Depois de surgir na China, em Dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.
O continente europeu é aquele onde está a surgir actualmente o maior número de casos, e a Itália é o país do mundo com mais vítimas mortais, com 6.820 mortos em 69.176 casos.
A China, sem contar com os territórios de Hong Kong e Macau, onde a epidemia surgiu no final de Dezembro, conta com mais de 81.200 casos, tendo sido registados 3.281 mortes.
A cidade de Wuhan, capital de Hubei e onde foram detectados os primeiros doentes, voltou a não registar novo caso de contágio local, indicou a Comissão de Saúde chinesa.
Os países mais afectados a seguir à Itália e à China são a Espanha, com 2.696 mortos em 39.673 infecções, o Irão, com 1.934 mortes num total de 24.811 casos, a França, com 1.100 mortes (22.300 casos), e os Estados Unidos, com cerca de 600 mortes (mais de 50.000 casos).

Diários Associados