Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Aveiro, centro mundial de arte e criação


sandra simões quarta, 28 agosto 2019

Diário de Aveiro: Depois de tantos prémios, por que é especial o conquistado no Festival de Composição Internacional, na Alemanha, com a nova obra “String played by the mob”?

Gerson Batista: Por maior que seja o festival ou prémio todos são especiais, pois, atrás de cada obra premiada está sempre muito trabalho, reflexão e dedicação. Contudo, confesso que este prémio vem com um gosto fantástico porque , no ano passado fiquei em 3.º na mesma competição, com a obra “Whispers”. Decidi não baixar os braços e este ano todo o trabalho foi recompensado. Para a história da minha carrei­ra representa mais uma página engraçada, que conta como um simples rapaz conseguiu ter obras tocadas pelo mundo fora, a partir de um estúdio no centro de Aveiro. Na prática, este prémio é mais uma forma de financiar futuras composições, continuar a viajar e, claro, ter mais uma obra premiada no meio de tantas de todo o mun­do e difundida pela rádio e tele­visão alemãs e canais de música contemporânea internacionais. É uma experiência fantástica e muito gratificante.

Leia a notícia completa na edição em papel.