Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

INEM nega demora no socorro a homem vítima de queda grave em Figueiró dos Vinhos


Mário Pinto / foto: DR sexta, 23 agosto 2019
O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) nega que tenha demorado 45 minutos a chegar à aldeia de Alge, em Figueiró dos Vinhos, para assistir um homem, de 44 anos, que sofreu uma queda de cinco metros de altura, no passado dia 12 de Agosto.A posição do INEM surge depois dos deputados do CDS/PP Isabel Galriça Neto, Teresa Caeiro, Ana Rita Bessa e Nuno Magalhães terem questionado a ministra da Saúde, com base numa informação dada  pelo presidente da direcção da Associação de Protecção e Socorro (APROSOC), sobre a demora de cerca de 45 minutos dos serviços do INEM a chegar ao local onde se encontrava o ferido. “O Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) do INEM recebeu, às 15h14 do dia 12 de Agosto, uma chamada de socorro, na qual o contactante solicitou ajuda para um homem de 44 anos, vítima de uma queda de cerca de cinco metros de altura. De acordo com as informações cedidas pelo contactante, o fluxo de triagem originou o accionamento da Ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV) de Avelar e da ambulância de Socorro dos Bombeiros Voluntários de Figueiró dos Vinhos, tendo sido accionados estes meios imediatamente, isto é, às 15h15, ou seja, 21 minutos após o inicio da chamada de socorro”, esclarece o INEM. 
Leia a notícia completa na edição em papel.