Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Dia Mundial sem Tabaco (31 de Maio): “Espero não morrer com um cigarro nas mãos”


Helena Amaro / Foto: Arquivo quarta, 29 maio 2019
Chegou a fumar dois maços de cigarros por dia. Agora fuma um maço, fruto de uma mudança de emprego. Mas, Helena Santos já esteve dois anos sem fumar e afirma convictamente que a motivação pode levar qualquer pessoa a deixar de fumar.Em vésperas de se assinalar o Dia Mundial sem Tabaco, o Diário de Leiria foi ouvir a história de Helena Santos, de 60 anos, que começou a fumar antes dos 18.Foi aos 19 anos que percebeu que tinha um vício. Desde então, fumava diariamente dois maços de cigarros, até chegar a 2017. Apesar de afirmar que nunca teve intenção de deixar de fumar, um problema de saúde grave fê-la parar. “Os médicos aconselharam-se a não fumar. Mas, apesar disso, nunca pensei em deixar de fumar. E não foi por causa do que os médicos me disseram que eu deixei de fumar”, conta.Ao nosso jornal, recorda o momento em que, depois de uma operação e de recuperar da anestesia, pegou no maço de cigarros que tinha levado consigo para o hospital, com intenção de fumar, mas pensou: “não vás agora”. Noutro momento, disse para consigo “ainda não”, ainda num outro pensou “espera aí”. 
Leia a notícia completa na edição em papel.

Diários Associados