Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

“Renascer das cinzas” já é marca da Movicarvalho


sábado, 25 maio 2019
Beatriz Carvalho foi a porta-voz da família. Filha de Paulo Carvalho e Ana Rosa, a jovem leu não uma, mas “a mensagem” em nome da gerência. “A mensagem” estava repleta. De sentimento, de agradecimento, de resiliência. A voz bem colocada deu ainda mais ênfase ao conteúdo. Ninguém ficou indiferente. Não dava para ficar. Se alguém queria ficar, não conseguiu. Bastava olhar para trás. Para o dia 15 de Outubro de 2017. Foi «um golpe muito forte». Já lá vai. O presente está aí. O futuro vem já a seguir. A Movicarvalho “renasceu das cinzas”. A ajuda de tantos foi fundamental, com particular destaque para os trabalhadores. Estiveram lá, não faltaram, empenharam-se, deram tudo, “vestiram a camisola”. Com tudo isto, não podia continuar este texto sem lhes dar os parabéns. A todos. Pelo enorme exemplo.Ontem, na inauguração das novas instalações da Movicarvalho, que tornam a empresa «mais moderna e competitiva», na Zona Empresarial de Vale da Ursa, em Serpins, a jovem Beatriz falou de «um dia feliz», que, realçou, «irá marcar a história de 26 anos [completa-os em 2019]» da empresa, antes mesmo de falar sobre o fatídico dia 15 de Outubro de 2017, em que as chamas consumiram as antigas instalações. «Não iremos esquecer um episódio que nos fez ver que não estamos sozinhos», afirmou, até porque, prosseguiu, «as pessoas estiveram sempre prontas a ajudar». «Obrigado aos nossos colaboradores. Eles sabem que sem a sua força seria muito mais difícil», agradeceu em primeiro lugar, antes de, logo a seguir, prosseguir os agradecimentos individuais e colectivos.
Leia a notícia completa na edição em papel.