Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Maria Melo cede legado artístico à Câmara de Águeda


segunda, 13 maio 2019

Maria Antónia Martins de Melo Sereno (Maria Melo) e o presidente da Câmara Municipal de Águeda, Jorge Almeida, assinaram, recentemente, um acordo de cedência temporária de bens culturais, numa cerimónia que contou com a presença da vereadora da Cultura, Elsa Corga, e vários familiares e amigos daquela artista.

Em Novembro de 2018, Maria Melo contactou a autarquia com o desejo de, sem qualquer fim lucrativo, partilhar o seu trabalho, com o intuito desta, usando os meios que tem ao seu alcance, divulgar, promover e valorizar o seu legado artístico de cerca de 20 anos. Maria Melo também tem intenção de deixar em testamento todas as obras de artes plásticas de sua exclusiva autoria à Câmara de Águeda.

Nascida em Águeda em 1948, Maria Melo passou por várias formações de arte, tais como na Sociedade de Belas Artes, em Lisboa, onde desenhou sob a orientação dos mestres Eurico Gonçalves, Jaime Silva e Quintino Sebastião, e, mais tarde, na Escola de Arte Sr. Lucas Academie, na Antuérpia, para uma especialização em Gent. A artista expôs a sua arte em Portugal, Bélgica e Holanda. Assim, Maria Melo tem feito uma média de duas exposições por ano e a sua obra continua a crescer.

Leia a notícia completa na edição em papel.

Diários Associados