Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Motoristas de transporte de passageiros do Norte suspendem greve a partir de quarta-feira


terça, 07 maio 2019

Os motoristas do sector privado de transporte de passageiros do Norte vão suspender a greve parcial de 15 dias a partir de quarta-feira, mantendo, contudo, em aberto a possibilidade de a retomar, disse hoje fonte sindical. "Não vamos desconvocar a greve, vamos suspender”, afirmou o coordenador do Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários e Urbanos do Norte (STRUN), José Manuel Silva, em declarações à Lusa, referindo-se à paralisação parcial que teve início às 19:00 de domingo.

De acordo com aquele responsável, esta decisão foi tomada depois de vários trabalhadores da empresa Arriba terem sido confrontados com a necessidade de cumprir os contratos de aluguer de autocarros para Fátima. Situação que, segundo o sindicato, iria também verificar-se na empresa Transdev Norte, que na segunda-feira registou uma adesão à greve de 80%. "Para não prejudicarmos os trabalhadores, decidimos suspender por alguns dias a greve, dando também a possibilidade de se chegar a um acordo com Associação Nacional de Transportadores Rodoviários de Pesados de Passageiros [ANTROP]", disse.

De acordo com o STRUN, a ANTROP estará a analisar uma proposta do Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários e Urbanos De Portugal (STRUP) que propõe um salário base de 700 euros a partir de 01 de Janeiro de 2020. "Vamos aguardar para ver ser há acordo, se não [for alcançado] voltaremos à greve, mas total", frisou.

Os motoristas do sector privado de transporte de passageiros do Norte iniciaram, às 19:00 de domingo, uma greve parcial de 15 dias, depois de terem falhado as negociações com a ANTROP com vista ao aumento do salário dos trabalhadores.

Esta greve parcial de 15 dias foi convocada para o período "entre as 19:00 de um dia e as 10:00 do dia seguinte", ao contrário da paralisação de 12 dias que se realizou entre 25 de Março e 05 de Abril, que foi total.

Em comunicado divulgado na sexta-feira, o STRUN afirmou que a ANTROP "não evoluiu na sua proposta, continuando a propor um vencimento de 670 euros, oito horas de agente único só em final de Junho de 2020 e voltando a propor 03:40 de intervalo para este ano", além de não estarem resolvidas outras questões, como o subsídio de alimentação.