Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Re-Food compara ex-gestores a “iogurtes” fora da validade


João Peixinho FOTO - Eduardo Pina segunda, 08 abril 2019

O mentor da Re-Food, Hunter Halder, - uma organização nacional que recolhe excedentes alimentares oferecendo-os a “quem mais precisa” - deixou duas mensagens no encontro realizado na passada sexta-feira no Centro de Operações de Aveiro daquela organização, uma para dentro, dizendo aos elementos do núcleo da cidade que o projecto não deve ser uma organização fechada, e outra para o exterior, particularmente dirigida aos 18 gestores que foram afastados.

O encontro foi realizado oito dias depois da publicação de um artigo no Diário de Aveiro, que revelou o afastamento de 18 gestores e a crise de um projecto que esteve à beira de encerrar, três anos depois da abertura. Sobre este assunto, o encontro, que apresentou os valores da recolhas, das fontes de alimentos, instalalações e meios humanos, considerou ser uma “oportunidade para clarificar o que fazemos ”

Hunter Halder traduziu o clima ”de incompatibilidades entre pessoas”, o “autoritaris­mo e falta de diálogo e orga­nização”, abandono de voluntários e de instituições que decidiram deixar de receber co­mi­da, por “desafios”, além de con­siderar “natural” a saída dos 18 gestores. “Não temos um problema político, o que temos é falta de voluntários”. Sobre os que abandonaram, “é natu­ral que saiam, é como os iogurtes, têm um prazo de valida­de”, e as declarações dos ex-gestores justificam-se porque “não sabem o que estão a falar”. Disse ainda que para conhecer os últimos meses da Re-Food de Aveiro, a fonte (de informação) mais válida não são as “secundárias”.

Leia a notícia completa na edição em papel.