Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Nova busca na cadeia de Paços de Ferreira apreende 18 telemóveis e seis seringas


terça, 26 fevereiro 2019

Dezenas de elementos da Guarda Prisional apreenderam no Estabelecimento Prisional de Paços de Ferreira (EPPF) 18 telemóveis e seis seringas, no âmbito de uma busca concluída na madrugada de hoje, segundo fonte oficial.

Segundo um comunicado da Direção Geral de Reinserção e Serviços Prisionais, a operação foi iniciada na segunda-feira, após o encerramento geral, com "uma busca selectiva a diversos espaços celulares do estabelecimento". Da busca, acrescenta o comunicado, resultou a "apreensão de 18 telemóveis, seis seringas, duas gramas de uma substância que se presume ser estupefaciente, um recipiente com fruta fermentada, uma arma branca de fabrico artesanal e alguns produtos alimentares cuja posse não é permitida nas celas". Foram ainda apreendidos “alguns equipamentos eléctricos autorizados (como televisões e play station) mas que apresentavam quebra dos selos de segurança”.

No dia 15, a Guarda Prisional já tinha apreendido naquele estabelecimento prisional telemóveis, drogas e outros artigos numa mega-operação, envolvendo mais de 100 operacionais.

De acordo com o comunicado, a busca que terminou na madrugada de hoje decorreu “sem que se tivesse verificado qualquer tipo de incidentes e os reclusos em cuja posse foram apanhados os objectos e bens ilícitos serão objecto do procedimento disciplinar e ou criminal previstos na lei".

Assinala-se ainda que a operação ocorreu no âmbito do "trabalho de prevenção e combate à entrada e circulação de produtos e bens ilícitos em contexto prisional", envolvendo "cerca de cinquenta elementos do corpo da guarda prisional do Estabelecimento Prisional de Paços de Ferreira, dois esquadrões do Grupo de Intervenção e Segurança Prisional (GISP) e diversos binómios dos dois grupos cinotécnicos".

Aquela cadeia tem sido notícia desde o dia 09, quando um grupo de reclusos do EPPF organizou uma festa e transmitiu-a em directo para o exterior, através do telemóvel.

Após a busca realizada no dia 15, a directora, Maria Fernanda Barbosa, pediu a sua demissão ao director-geral de Reinserção e Serviços Prisionais.

Diários Associados