Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Turquia emite mais quase 300 mandados de prisão contra suspeitos de ligação a clérigo


sexta, 22 fevereiro 2019

As autoridades turcas emitiram hoje mandados de prisão contra cerca de 300 pessoas suspeitas de ligações ao movimento do clérigo Fethullah Gülen, que Ancara acusa de ser o instigador do fracassado golpe de 2016, anunciou o Ministério Público. Em comunicado, o Ministério Público de Istambul indica que um total de 295 militares no activo, metade deles no exército, foram alvo de mandados de prisão e ainda dois coronéis que estão entre os suspeitos.

As detenções na Turquia após o fracassado golpe de 15 de Julho de 2016 continuam em ritmo constante, com dezenas ou até centenas de prisões semanais. Recentemente, mais de 760 pessoas foram presas em todo o país, mas 138 delas foram posteriormente libertadas, incluindo 122 que ficaram sob supervisão judicial, de acordo com um comunicado divulgado pelo procurador de Ancara. Desde o golpe de Estado fracassado, mais de 55.000 pessoas foram presas e 140.000 foram demitidas ou suspensas.

As autoridades turcas acusam Gülen de ter fomentado a tentativa de golpe de 15 de Julho de 2016, mas o religioso, que mora nos Estados Unidos há 20 anos, nega categoricamente qualquer envolvimento.