Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Casa Abrigo de Pombal já atendeu mais de mil mulheres e filhos


foto: DR segunda, 18 fevereiro 2019
A Casa de Abrigo de Pombal recebeu 1.007 mães e filhos vítimas de violência doméstica, entre 2001 e 2018, revelou à agência Lusa a directora técnica desta resposta de emergência, Sandrina Mota. A Casa de Abrigo de Pombal, que pertence à APEPI - Associação de Pais e Educadores para a Infância, inaugurou as mais recentes instalações em 2016. Uma casa construída de raiz para o efeito algures no concelho de Pombal."Recebeu o nome de Teresa Morais, a secretária de Estado na altura que mais se empenhou para avançarmos com o projecto", justificou a presidente da APEPI, Teresa Silva. Tem a lotação de 16 utentes e está completa. Sandrina Mota explicou que a Casa de Abrigo é o "último recurso" para onde vão as mulheres vítimas de violência doméstica para "salvaguardar a sua segurança e a dos filhos".O objectivo é que seja "o mais longe possível do local onde as vítimas viviam, para evitar que possam ser localizadas pelo agressor". A técnica referiu que não há um padrão típico das mulheres que chegam. "Algumas sofreram maus-tratos durante anos e é quando os filhos saem de casa que põem um ponto final na situação, outras não aguentam tanto tempo e noutros casos o medo de serem mortas fá-las abandonar a casa".
Leia a notícia completa na edição em papel.