Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Rodoviárias do Lis, Tejo, e Oeste admitem novas paralisações


foto: Luís Filipe Coito/Arquivo terça, 05 fevereiro 2019
Os trabalhadores da Rodoviária do Lis (Leiria), Tejo e Oeste admitem parar durante duas semanas, entre as 00h00 e as 09h00, caso a greve de dois dias ontem iniciada não leve a empresa a subir a proposta de actualização salarial.Manuel Castelão, delegado do Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários e Urbanos de Portugal (STRUP), disse à Lusa que a paralisação de dois dias iniciada ontem contou com uma adesão de 80%, ligeiramente abaixo da realizada há um mês, tendo  encerrado os centros de Leiria, Ourém, Bombarral, Abrantes e Cartaxo. Contudo, dados avançados pela empresa à Lusa apontam para uma adesão total à greve de 27% dos efectivos ao serviço.
Leia a notícia completa na edição em papel.