Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Reis aguardam inscrição no Inventário Nacional


Luís Ventura terça, 08 janeiro 2019

 

O presidente da Câmara Municipal de Ovar, Salvador Malheiro, criticou o Ministério da Cultura pelo atraso na apreciação da candidatura do Cantar dos Reis de Ovar a Património Cultural Imaterial de Portugal. “Elaboramos e apresentamos, em 2016, em conjunto com a Universidade de Aveiro, uma candidatura desta tradição a Património Cultural Imaterial”.

Falando no Encontro das Troupes de Reis que decorreu no passado domingo, no centro de Arte de Ovar, o Edil deu a “justificação que o povo vareiro precisa de saber”. “Fizemos tudo o que estava ao nosso alcance, mas desde essa altura que a nossa interferência é nula”, explicou, lamentando que o prazo máximo para apreciação deste tipo de processos seja de 120 dias e que o Município de Ovar esteja “há dois anos à espera”. “Vamos continuar a interagir com o Ministério da Cultura para que, com diálogo, possamos ter a confirmação da inscrição no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial”, acrescentou Salvador Malheiro. 

Leia a notícia completa na edição em papel.