Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Colisão entre petroleiro e navio de guerra norueguês faz sete feridos


quinta, 08 novembro 2018
Um navio de guerra norueguês e um petroleiro com pavilhão de Malta colidiram hoje num fiorde da Noruega provocando sete feridos ligeiros, anunciaram as autoridades de Oslo. A fragata KNM Helge Igstad que regressava das manobras navais da NATO, Trident Juncture 18, foi evacuada após a colisão com o petroleiro Sola TS. “A água está a entrar (na fragata) e existe perigo real, no local onde se encontra”, disse à France Presse, um responsável pelos serviços de socorro. A televisão pública da Noruega NRK está a difundir uma fotografia que mostra que o nível da água atinge a plataforma de helicópteros do navio de guerra. No total, 137 marinheiros encontravam-se a bordo da fragata e a tripulação do petroleiro maltês era composta por 23 pessoas. “O Exército pôs à disposição todos os meios necessários para prestar assistência ao KNM Helge Ingstad” disse à AFP o tenente-coronel Ivar Moen, porta-voz militar norueguês. Trata-se de uma fragata construída em 2009 e pertence à mesma classe de navios militares que participaram nas operações de desarmamento químico da Síria entre 2013 e 2014. O petroleiro de 62 mil toneladas, de pavilhão maltês, apresenta danos ligeiros e vai ser rebocado para um terminal petrolífero perto da zona onde ocorreu a colisão. As circunstâncias do acidente ainda não foram apuradas. Segundo as Forças Armadas da Noruega, a colisão ocorreu às 04:00 (03:00 em Lisboa) no fiorde de Hjeltefjord, perto de Bergen.