Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

A rotunda de Cacia é uma obra parada


João Peixinho FOTO: Eduardo Pina quinta, 30 agosto 2018
As obras estão paradas, as máquinas estacionadas, o estaleiro de obras apenas com sinais de haver um guarda e a rotunda da empreitada da variante de Cacia não é ainda circundada na totalidade pelos veículos mas mantém-se a circulação de trânsito na 109, apesar das reduzidas condições de segurança. Na rotunda, por terminar, encontram-se os automóveis que a circundam em sentidos contrários. A última data prevista para finalizar a obra não se concretizará, uma vez que se esperava a sua conclusão durante o corrente mês de Agosto que termina amanhã. Um sinal de que não há avanços na obra é a permanência de postes com cabos, de distribuição elétrica e comunicações, que tem travado os trabalhos. Pelo menos, em Junho último, era essa a razão apontada ao Diário de Aveiro para a paragem da obra. Ou seja, a rotunda não podia ser terminada sem a intervenção dos serviços técnicos da EDP. Entretanto, na zona da rotunda, o piso já se encontra degradado, há materiais em locais, aparentemente, de livre acesso, tampas de saneamento desniveladas em relação ao piso, cabos pendurados, um contentor de lixo em plena rotunda, resíduos descontrolados, passadeiras e sinalização por instalar e passeios por terminar. Nesta zona circulam todo o tipo de veículos cruzando pesados com dificuldades nas manobras. O Diário de Aveiro tentou ontem obter uma declaração da Câmara de Aveiro, dona da obra, mas não conseguiu. Com um orçamento de 1.2 milhões de euros, a obra teve início em Setembro de 2016.
Leia a notícia completa na edição em papel.