Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Passadiços ficam submersos nas marés-vivas


João Peixinho sábado, 18 agosto 2018
Na enchente das marés-vivas, fica intransitável parte do troço S. Roque-Vilarinho, em zonas do passadiço de madeira elevados e noutras de saibro, devido à subida da água, que ultrapassa a zona dedicada à circulação de pessoas. Os que circulam no passadiço e desconhecem que a subida da maré ultrapassa o piso para a circulação pedonal e de ciclistas - e isso acontece regularmente - não contam com a subida da maré que durante o ciclo das marés-vivas pode ser mais alta em cerca de um metro acima do nível médio que a subida da água atinge.
Leia a notícia completa na edição em papel.