Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Câmara impedida de autorizar construções no parque de Eiras


segunda, 06 agosto 2018
Em 2009, a Estradas de Portugal (EP) aprovou o estudo prévio de empreitadas que incluíam uma nova travessia do Mondego, em Coimbra, com uma ponte no Choupal. Suscitou protestos e não foi avante mas a zona de servidão “non aedificandi” no IC2, entre o Almegue e Trouxemil, mantém--se, impedindo várias operações urbanísticas pela Câmara de Coimbra. A zona de servidão definida pela EP (hoje integrada na IP - Infraestruturas de Portugal) atinge, nos cerca de sete quilómetros em questão, 200 metros de cada lado do IC2, chegando aos 1.300 metros de diâmetro centrados em cada nó de ligação. «A situação envolvente ao Nó da Pedrulha é particularmente gravosa, uma vez que inviabiliza a ocupação de um número significativo de lotes» do Parque Industrial de Eiras, lê-se numa proposta aprovada pela Câmara e também na última reunião da Assembleia Municipal de Coimbra (AMC).
Leia a notícia completa na edição em papel.