Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

‘Amêndoas amargas’ não agradam a nenhuma das equipas


Texto: José Roque / Foto: Pedro Cunha/Slideshow segunda, 02 abril 2018

Este foi um empate (1-1) que não agradou a nenhuma das equipas, tendo sido um mal menor. Por um lado, a UD Leiria não conseguiu assinar a sua 15.ª vitória consecutiva, enquanto do lado dos albicastrenses foram dois pontos perdidos na luta pelo segundo lugar que pode dar acesso ao play-off de subida, onde os leirienses já têm lugar marcado.
Num jogo com domínio territorial da UD Leiria, os albicastrenses defenderam-se bem e face a uma pressão final intensa em superioridade numérica conseguiram um empate que se ajusta na perfeição ao que fôramos 90 minutos.
O jogo começou com a UD Leiria a mostrar vontade de querer resolver o jogo cedo, criando alguns calafrios na área contrária, mas rapidamente os albicastrense conseguiram assentar o seu jogo, equilibrando a contenda.
A meio da primeira parte, o Benfica e Castelo Branco teve uma soberana oportunidade de golo após cruzamento na esquerda, com Dani Matos a falhar a emenda e, na recarga, Youssouf rematou enrolado para defesa apertada de Mika em cima da linha, com os albicastrenses a protestarem veemente por terem considerado que a bola ultrapassou por completo a linha.

Leia a notícia completa na edição em papel.