Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Dois irmãos de Válega encontrados mortos em casa


Diana Cohen sexta, 16 fevereiro 2018
A pacata localidade de Válega, no concelho de Ovar, foi ontem sacudida por uma tragédia. Dois irmãos, que moravam juntos, foram encontrados sem vida na sua habitação, aparentando estarem mortos há já alguns dias. Foi um cunhado de José António, de 44 anos, e de Arménio Cruz, de 42, que se deparou com o cenário macabro pelas 9 horas de ontem. O homem deslocou-se à habitação para ir buscar o cheque da reforma da sua sogra – que, por estar doente, deixara a casa há cerca de um ano para ir morar com outra filha –, quando viu um dos corpos no chão, junto à entrada da cozinha, e contactou de imediato as autoridades. A GNR acabaria por constar que, no interior da habitação, situada na Rua Escola do Seixo, se encontrava o corpo do outro irmão, sentado numa poltrona. Segundo fonte da força de segurança, tendo em conta os sinais de rigidez, bem como a cor e odor, tudo leva a crer que o óbito ocorrera “há algum tempo”. A Polícia Judiciária de Aveiro assumiu entretanto as investigações do caso e esteve no local a efectuar perícias, não tendo detectado indícios de crime. As causas da morte estão por apurar e só a autópsia poderá dar certezas, mas uma das hipóteses é que os homens tenham morrido intoxicados devido a inalação de monóxido de carbono, já que, por causa do frio, usavam uma lareira para se aquecerem. Outra possibilidade é que os irmãos, associados ao consumo de álcool e drogas, possam ter sofrido uma overdose ou ingerido uma substância fatal.
Leia a notícia completa na edição em papel.