Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Góis punido com quatro derrotas ameaça não continuar a competir


sábado, 10 fevereiro 2018
O Góis foi punido pelo Conselho de Disciplina da Associação de Futebol de Coimbra (AFC) com derrota por 3-0 nos duelos com o Mocidade, Moinhos, Lousanense e Arouce-Praia, cor­respondentes à 4.ª, 5.ª, 6.ª e 7.ª rondas, respectivamente, da Série A da 1.ª Divisão AFC pela utilização indevida do jogador António Nogueira (dois meses de suspensão) e presença irregular no banco do técnico António Dias (três meses de suspensão) alegando que os dois se encontravam expulsos e, como tal, impossibilitados de constarem na ficha desses encontros. O Diário de Coimbra apurou, após contacto telefónico mantido com António Dias, treinador e director da turma serrana, que este havia sido ex­pul­so no jogo com o Miranden­se en­quan­to treinador, mas foi para o banco, nos jogos seguintes, na qualidade de dele­gado. O jogador, por seu turno, tinha recebido ordem de expulsão em duelo da equipa de infantis do Góis na qualidade de treinador. O elemento, de 58 anos, do Góis informou que a Direcção do clu­be irá reunir na segunda-fei­ra para decidir o que vai fazer acerca do castigo, mas fez eco do que deverá ser a decisão: «Não vamos participar na Taça de Encerramento que se segue. O clube não teve informação para se defender, os regulamentos não são claros e é uma situação lamentável». Na perspectiva do membro da Direcção, a decisão tardia da AFC vai contra o facto dos resultados dos desafios em causa já se encontrarem homologados algo que tem que acontecer 30 dias depois dos jogos. Contudo, fon­te da AFC confirmou que a queixa à associação que tutela o futebol distrital de Coimbra partiu de um clube envolvido na disputa da prova e foi feita antes desse período.
Leia a notícia completa na edição em papel.