Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Batalha: Paz e português são elos de ligação para bienal de arte


Foto: Luís Filipe Coito sexta, 02 fevereiro 2018

Pintura, escultura, fotografia, desenho e cerâmica, é só escolher. Todas estas formas de expressão podem fazer parte da 2.ª Bienal de Artes Plásticas-CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa) e Galiza que está a ser organizada pela FriendlyTalents - associação com sede em Leiria -, com o apoio do artista plástico e comissário de Moçambique, Heitor Pais. Este ano, e ao contrário do que aconteceu na primeira edição, a bienal salta as malhas da fronteira do concelho de Leiria e escolhe o Mosteiro da Batalha, mais propriamente o Claustro Afonso V, para ser a sua sala de exposições.
A escolha, diga-se, não foi feita ao acaso. Na realidade a história do mosteiro, e o facto de se tratar do segundo monumento mais visitado do País tornam-no um sítio privilegiado para o evento artístico e, elevam as esperanças da organização de que a 2.ª bienal de Artes Plásticas se torne um evento "turístico" que atrairá "novos público à região", comentou Augusto Neves, presidente da associação. 

Leia a notícia completa na edição em papel.