Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Falhou venda de terreno para pagar salários em atraso da Frapil há 31 anos


João Peixinho FOTO - EDUARDO PINA sexta, 02 fevereiro 2018
As nove propostas abertas ontem de manhã no Juízo do Comércio de Aveiro, em Anadia, eram dirigidas à aquisição da “Verba 2”, o terreno de menor valor, entre duas áreas da empresa falida Frapil colocadas à venda para pagamento de dívidas à Segurança Social, Centro de Emprego e a cerca de duas centenas de ex-trabalhadores e herdeiros, com salários em atraso há 31 anos. Para o terreno com 292,64 metros quadrados e um valor base de venda de 50 mil euros a proposta de compra mais alta recebida foi de 136.536 euros mas falhou a venda da “Verba 1”, este com 16.123,09 metros quadrados e um valor base de 2,4 milhões de euros. Não houve qualquer proposta para este terreno, um resultado que os ex-trabalhadores lamentaram por perderem mais uma oportunidade para conseguirirem reaver os salários que estão por pagar há três décadas. O terreno mais pequeno será vendido à proposta mais alta apresentada ao Juízo do Comércio de Aveiro.
Leia a notícia completa na edição em papel.