Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Cada universidade deve ter diferente grau de autonomia


sexta, 12 janeiro 2018
A autonomia das instituições de ensino superior não tem de ser igual entre elas porque «as instituições não são todas iguais». «Ninguém tem de ficar ofendido com isso», defendeu ontem João Filipe Queiró, docente da Universidade de Coimbra e autor do livro “O ensino superior em Portugal”. O professor, que falava no debate “Pensar a Universidade”, que decorreu na Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra, falou da obra – uma das duas que foi ponto de partida para o encontro promovido pela Fundação Francisco Manuel dos Santos – abordando questões de autonomia (das instituições e financeira), práticas pedagógicas e modelos de avaliação, num debate partilhado com outros dois oradores, António Feijó e Miguel Tamen, docentes da Universidade de Lisboa e autores do livro “A universidade como deve ser”. Admitindo «níveis diferenciados» de autonomia nas instituições, no que toca ao financiamento, João Queiró foi mais crítico e falou de um Ministério das Finanças com poder «esmagador» com «consequências tremendas» para as instituições do ensino superior. O financiamento, é sabido, tem vindo a descer desde 2006 e «isto está ligado ao tamanho gigante da dúvida portuguesa», analisou, para considerar que «uma das coisas boas que podia acontecer ao ensino superior era o Estado afastar-se da banca rota».
Leia a notícia completa na edição em papel.