Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

A Colónia Agrícola da Gafanha é uma mata de problemas por resolver


João Peixinho FOTO - EDUARDO PINA quinta, 04 janeiro 2018
A Colónia Agrícola da Gafanha da Nazaré, em Ílhavo, é uma área de floresta com pinheiros, eucaliptos e outras espécies, invasoras, como acácias, além de habitações e instituições que se encontram ali instaladas numa área com 450 hectares e vários problemas por resolver. Há árvores que se encontram em risco de tombar, parte sobre as estradas – um ex-técnico da Divisão de Ordenamento da Zona Agrária de Aveiro, Manuel de Assunção, contabilizou cerca de 1000 em perigo de cair - e há habitações clandestinas e construções em zonas do Estado. Cerca de 80 por cento daquela área é propriedade do Ministério das Finanças mas até ontem o Diário de Aveiro não conseguiu obter respostas às perguntas dirigidas àquela tutela assim como à da Agricultura. Enquanto isso, o presidente da Câmara de Ílhavo o social-democrata Fernando Caçoilo, aguarda desde Maio último a marcação de uma reunião com o Ministério da Agricultura. Desde o primeiro trimestre do ano passado que se encontra pronto um relatório que resulta do trabalho feito por dois grupos constituídos pelo Governo, Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, serviços do património e a Câmara de Ílhavo, como convidada, para fazer o levantamento da situação e apontar soluções para a ocupação do território. Mas segundo o autarca, o caso é “tão complexo que os técnicos não encontaram uma solução”.
Leia a notícia completa na edição em papel.