Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Teixeira de Brito é o novo juiz da “Real Irmandade da Rainha Santa Mafalda”


quarta, 03 janeiro 2018
Carlos Teixeira de Brito é o novo juiz da “Real Irmandade da Rainha Santa Mafalda”, sucedendo a Arnaldo Pinho, que liderava esta instituição arouquense há quase 30 anos. A Real Irmandade é responsável pela gestão do Museu de Arte Sacra do Mosteiro de Arouca, cujo património cultural foi, em 2015, enriquecido com a Biblioteca Memorial D. Domingos de Pinho Brandão, clérigo e historiador local. Licenciado em História da Arte, o novo juiz liderou a única lista que se apresentou a sufrágio. Vai, agora, cumprir um mandato de quatro anos. A última monja professa do Mosteiro de Arouca, Maria José Gouveia Tovar de Meneses, faleceu a 3 de Julho de 1886. Destacados arouquenses fundaram a Real Irmandade, aprovando os primeiros estatutos no dia 10 daquele mês. No dia 8 de Agosto de 1886, foi eleita a comissão instaladora, presidida pelo padre José Gomes de Figueiredo. O reconhecimento do Papa Leão XIII chegou a 1 de Fevereiro de 1887.
Leia a notícia completa na edição em papel.

Diários Associados