Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Candidata a líder do CDS admite a queda do Governo


João Peixinho domingo, 07 fevereiro 2016
A candidata à liderança do CDS-PP, Assunção Cristas, foi recebida ontem na “capital do CDS”, como disse o líder distrital Jorge Pato, na abertura da sessão de Aveiro incluída na volta pelo país, para ouvir os militantes, falar do partido e criticar o Governo que admite vir a cair antes do fim da legislatura. “Ninguém sabe o dia e a hora do fim do Governo”, disse a candidata ainda com os jornalista na sala, aberta para a sessão dedicada a ouvir sugestões para a sua moção e preparar-se para o congresso nacional do partido. Avaliando o Governo do PS, apoiado pelo PCP, Verdes e BE, a candidata apontou para dois aspectos essenciais. A formação de um Governo socialista, apesar do PS não ter vencido as legislativas – que Assunção Cristas diz ser “um momento novo” - “quem conseguir ter 116 deputados está em condições de governar”, afirmou – e as opções do Orçamento do Estado. Não é preciso ganhar as eleições, mas sim conseguir uma maioria, constituída por 116 deputados. Uma “revolução na prática constitucional” que para Assunção Cristas é uma “oportunidade para o CDS chegar ao poder”, não sendo necessário vencer as eleições sim conseguir uma maioria parlamentar.
Leia a notícia completa na edição em papel.

Diários Associados