Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Assaltantes roubaram e provocaram prejuízos da APPACDM


João Peixinho sexta, 21 abril 2017
As instalações da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM), em Azurva, Aveiro, foram assaltadas por desconhecidos durante a madrugada de ontem, provocando prejuízos, entre o rasto de destruição que ficou e materiais furtados, que atingirão dezenas de milhares de euros, segundo uma primeira avaliação feita pela direcção da instituição. “Não é dramático, mas terá impacto para uma instituição que vive em dificuldades”, disse ao Diário de Aveiro o presidente da direcção, José Pedro Fernandes que gere a APPACDM com 60 utentes, cuja missão é a “normalização, a integração social e o bem-estar das pessoas com deficiência mental”. Agora é preciso “repor o stock, a instituição será afectada parcialmente”, disse durante a manhã de ontem, sendo que foi pedido aos pais para que os utentes ficassem ontem em casa. Entre hoje e a próxima segunda-feira a situação ficará regularizada. Foram furtados alimentos, entre carne, azeite, doces, bolachas, materiais de construção, ferramentas, máquinas, uma televisão, talheres, e dinheiro de uma gaveta e do moedeiro da máquina de café que foi arrombada. Terá sido um assalto selectivo, uma vez que não levaram outras coisas que normalmente são roubadas, como computadores, por exemplo. Regista-se destruição de alarmes, detectores de incêndio, portas e fechaduras além da desarrumação que ficou que também deixou prejuízos, como os alimentos congelados e outros que ficaram pelo chão.
Leia a notícia completa na edição em papel.